A IPHR

Conheça a Igreja Presbiteriana da Herança Reformada.
b

APRESENTAÇÃO

A Igreja Presbiteriana da Herança Reformada, filiada ao Presbitério Metropolitano da Bahia, começou, de fato, no dia 13 de agosto de 2000 às 17h, no seu primeiro culto, realizado pela iniciativa missionária de duas igrejas irmãs em Salvador: Igreja Presbiteriana Memorial e Igreja Presbiteriana da Bahia. Esse culto foi realizado em um espaço emprestado, na Pituba, bairro onde a igreja se instalou definitivamente. Ainda em 2000, esse trabalho missionário recebeu o status de Congregação da Igreja Presbiteriana Memorial. A sua emancipação e organização como igreja aconteceu em 2005, passando desde então a ser chamada de Igreja Presbiteriana da Herança Reformada.

Uma característica marcante da IPHR é a liturgia do culto público. Essa liturgia é baseada no Diretório de Culto, documento elaborado à luz das Sagradas Escrituras em dezembro de 1644 pela Assembleia de Westminster, um concílio de teólogos puritanos. É marcada pela inexistência de músicas solo, conjuntos corais, quartetos, coreografias, bandas ou instrumentos musicais de qualquer natureza. É uma liturgia bem simples e composta basicamente pela leitura sequenciada do Antigo e do Novo Testamento, leitura do Livro dos Salmos, pregação expositiva das Sagradas Escrituras, cântico dos Salmos metrificados e as orações. A seguir, as razões que enlaçam a IPHR à liturgia histórica criada pelos puritanos ingleses.

ORIGEM

No início dos anos noventa, por mercê de Deus, um Movimento de Reforma atingiu parte da Igreja Presbiteriana do Brasil. Nesse período, Deus levantou pastores e líderes nesta denominação evangélica histórica, que apoiados pela Editora Fiel, o Centro de Pós Graduação Andrew Jumper e o recém criado Projeto Os Puritanos (com suas revistas, simpósios e a publicação de livros reformados), desejavam ardentemente plantar uma igreja genuinamente reformada no Brasil, e a partir daí, com a permissão de Deus, iniciar a plantação de outras igrejas com os mesmos princípios.

O sonho se realizou com a implantação desta primeira congregação em Salvador. Essa obra missionária, então, contou com a aprovação de Deus, e mesmo com todas as dificuldades naturais, além da oposição dos que não compreenderam o fundamento bíblico do Diretório do Culto, o trabalho cresceu rapidamente e em 2005 a IPHR foi organizada, na época filiada ao Presbitério da Bahia. No dia 02 de Janeiro de 2005, em uma sala de conferências do Hotel Golden Park, foi realizado o primeiro culto da Igreja Presbiteriana da Herança Reformada, já emancipada, sob a liderança do Rev. Josafá Vasconcelos, nascendo assim a primeira igreja da América Latina a adotar o Diretório de Culto de Westminster em sua liturgia. Evidentemente por causa do impacto que causou o seu pioneirismo e a rapidez da informação, a igreja passou a receber visitantes de todo o Brasil, que desejavam conhecer a igreja de perto.

ATUALIDADE

Hoje, com mais de 10 anos de idade como igreja organizada, a Igreja Presbiteriana da Herança Reformada conta com cerca de 100 membros atuantes e comprometidos com a reforma. A IPHR tem hoje um ponto de pregação, localizado na comunidade de Barra do Pojuca, no município de Camaçari (BA), na Região Metropolitana de Salvador.

O culto que prestamos a Deus é baseado nos princípios da Confissão de Fé de Westminster, dentre os quais destacamos o principio regulador do culto como se pode perceber nos artigos publicados em nosso site.

INFORMAÇÕES INSTITUCIONAIS

Nome: Igreja Presbiteriana da Herança Reformada

Filiação
Presbitério:  Presbitério Metropolitano da Bahia / PMBA
Sínodo: Sínodo da Bahia
Denominação:  Igreja Presbiteriana do Brasil

Liderança em 2017
Pastor: Rev. Josafá Vasconcelos
Pastor Auxiliar : Rev. Daniel Silveira
Presbíteros: Antônio Gonçalves, Bruno Marback, João Marcos Vasconcelos, Jonã Dourado e Marcelo Santiago.
Junta Diaconal: Hélio Pereira, Lucas Galindo e Vitor Maia.